MENU

Copacabana: (21) 2522-5050 | Largo do Machado: (21) 2557-5115 | Centro: (21) 2263-2725 | Tijuca: (21) 2284-2799 | Barra: (21) 3647-3313

Blog

Planos Médicos

  • 18
  • 10
  • 2014

RESOLUÇÃO NORMATIVA 211 – JANEIRO 2010
SESSÇAO III – ARTIGO 18

O Plano Hospitalar compreende os atendimentos realizados em todas as modalidades de internação hospitalar e os atendimentos caracterizados como de urgência e emergência, conforme Resolução específica vigente, não incluindo atendimentos ambulatoriais para fins de diagnóstico, terapia ou recuperação, ressalvando o disposto no inciso X deste artigo, observadas as seguintes exigências:

VI – cobertura de órteses e próteses ligadas aos atos cirúrgicos listados nos Anexos desta Resolução;

VIII – cobertura dos procedimentos cirúrgicos buco-maxilo-faciais listados nos Anexos desta Resolução, para a segmentação hospitalar, conforme disposto no artigo 4 desta Resolução Normativa, incluindo a solicitação de exames complementares e o fornecimento de medicamentos,anestésicos, gases medicinais, transfusões, assisntência de enfermagem, alimentação, órteses,próteses e demais materiais necessários ligados ao ato cirúrgico utilizado durante o período de internação hospitalar;

SUBSEÇÃO V
ARTIGO 20

inciso 1 – Os procedimentos buco-maxilo-faciais que necessitarem de internação hospitalar não estão cobertos pelos plano odontológicos, porém têm cobertura obrigatória no plano de segmentação hospitalar e plano-referência.

SÚMULA 11 ANS

A solicitação das internações hospitalares e dos exames laboratoriais/complementares, requisitados pelo cirurgião-dentista, devidamente registrado nos respectivos conselhos de classe, devem ser cobertos pelas operadoras, sendo vedado negar autorização para realização do procedimento, exclusivamento, em razão do profissional solicitante não pertencer à rede.